Editora da Casa da Democracia participa de bate papo sobre mulheres que fizeram e fazem a luta por memória e verdade no Brasil, promovido pelo Instituto Vladimir Herzog

Na quarta-feira, 2 de maio, a livraria Tapera Taperá, em São Paulo, vai receber uma roda de conversa sobre o livro “Heroínas dessa História”. A publicação, a ser lançada ainda este ano pelo Instituto Vladimir Herzog, contará a história de 15 mulheres que tiveram familiares assassinados pelas mãos do Estado durante a ditadura militar e lutam pelo direito à memória, verdade e justiça.

Ainda em fase de produção, o livro vai trazer textos de 15 autoras – cada um narra a trajetória de uma personagem diferente – e algumas delas estarão na mesa redonda para compartilhar entre si e com o público como tem sido a construção da obra. Para concluir este e os outros livros sobre mulheres – a pesquisa do Instituto encontrou, pelo menos, 70 -, uma página de crowdfunding foi criada.

Participarão da conversa as jornalistas Ines Garçoni, editora da Casa da Democracia, Laura Capriglione, Eleonora Lucena, Patricia Cornils e Jéssica Moreira, e a documentarista Paula Sacchetta, além das coordenadoras do projeto Carla Borges, Tatiana Merlino e Carolina Vilaverde. A mediação será da jornalista Semayat Oliveira, coordenadora de comunicação do Instituto Vladimir Herzog e cofundadora do coletivo Nós, Mulheres da Periferia.

O evento contará com transmissão via streaming pelas páginas da Tapera Taperá e do Instituto Vladimir Herzog.

Compartilhar: